Página Inicial

siga-nos
Veja nossos vídeos no YouTube! Siga-nos no Twitter! Siga-nos no Facebook

 Silimed
E-Tamussino EBCO Systems Prontobaby - Hospital da Criança

NOTÍCIAS ANTIGAS

setembro de 2010
Drs. Adão Faccioni e Harold Martinelli fazem parte de nova diretoria do SinMed

     Em eleição realizada entre os dias 13 e 17 de setembro, os filiados do Sindicato dos Médicos do Rio de Janeiro (SinMed) deram vitória à Chapa 1, mantendo assim a atual gestão no comando do sindicato até 2013 e tendo como presidente o Dr. Jorge Darze.

Dr. Adão (esq.) e Dr. Harold

     A Cirurgia Pediátrica do Rio de Janeiro está representada na nova gestão, através do Dr. Adão Faccioni, ex-presidente da Associação de Cirurgia Pediátrica do Estado do Rio de Janeiro (CIPERJ), e do Dr. Harold Martinelli. Eles, junto com o SinMed, lutarão por melhores condições de trabalho para os profissionais da Saúde do Estado do Rio de Janeiro.

Confira fotos da AGO e reunião científica da CIPERJ
Dr. Sylvio Ávila faz palestra para associados e convidados

      O Dr. Sylvio Ávila, do Hospital Infantil Pequeno Príncipe (HPP), em Curitiba, no Paraná, realizou, na noite desta terça-feira, dia 28, palestra para associados e convidados da CIPERJ em reunião científica da entidade realizada no Centro de Estudos Prof. Dr. José Dias Rego, situado no Prontobaby - Hospital da Criança, na Tijuca, Zona Norte do Rio de Janeiro.

Dr. Sylvio Ávila com diretoria da CIPERJ

     O médico abordou o tema Tratamento cirúrgico da hipertensão Portal extra Hepática - cirurgia de Rex Shunt.

     Paralelamente ao encontro, ocorreu Assembleia Geral Ordinária (AGO), que elegeu a nova diretoria da CIPERJ (para saber mais, clique aqui).

     Antes da palestra do Dr. Sylvio, ocorreu apresentação do Dr. Marco Daiha, tesoureiro da antiga e da atual diretoria da CIPERJ, que mostrou um balanço financeiro da entidade na gestão anterior. Para visualizar a apresentação, clique aqui. Logo em seguida, a Dra. Mariana Epaminondas Emerson, residente do Instituto Fernandes Figueira (IFF), mostrou caso clínico sobre o tema Abordagem toracoscópica do empiema pleural.

     A palestra do Dr. Sylvio pode ser baixada, clicando aqui.

     Após as apresentações, o Dr. Kleber Moreira Anderson, então presidente da CIPERJ, informou aos associados presentes o que aconteceu na reunião com a Associação de Clínicas Pediátricas do Estado do Rio de Janeiro (ACPERJ).

Dra. Raquel Lameira é a vencedora de sorteio de livro

     A Dra. Raquel Lameira Bernardo foi a grande ganhadora de sorteio realizado na reunião científica da Associação de Cirurgia Pediátrica do Estado do Rio de Janeiro (CIPERJ), realizada na noite desta terça-feira, dia 28, no Centro de Estudos Prof. Dr. José Dias Rego, situado no Prontobaby - Hospital da Criança, na Tijuca, Zona Norte do Rio de Janeiro. A médica residente ganhou o livro Cirurgia Pediátrica - Teoria e Prática, de autoria do Dr. João Carlos Ketzer de Souza, em sorteio realizado dentre os médicos residentes da especialidade que estiveram presentes ao encontro.

     A doutora ganhou, mas ainda não recebeu o livro, que será entregue ainda esta semana a mesma.

CIPERJ tem nova diretoria

      Em Assembleia Geral Ordinária (AGO) realizada na noite desta terça-feira, dia 28, no Centro de Estudos Prof. Dr. José Dias Rego, no Prontobaby - Hospital da Criança, situado na Tijuca, Zona Norte do Rio de Janeiro, foi eleita nova diretoria da Associação de Cirurgia Pediátrica do Estado do Rio de Janeiro (CIPERJ), composta da seguinte forma:

presidente
Dra. Lisieux Eyer de Jesus
vice-presidente
Dr. Kleber Moreira Anderson
secretário
Dr. Sandoval Lage da Silva Sobrinho
tesoureiro
Dr. Marco Daiha

     Ao todo, foram 25 votos, sendo 24 para a chapa única e um voto nulo, apurados pela comissão eleitoral composta pelos Drs. Arovel de Oliveira e Eduardo Henrique Ferreira e da Dra. Deborah Nunes Chagas.

     A nova diretoria tomou posse na noite desta terça-feira e comandará a entidade até setembro de 2012.

CIPERJ se reúne com Associação de Clínicas Pediátricas para debater sobreaviso médico

     A diretoria da Associação de Cirurgia Pediátrica do Estado do Rio de Janeiro (CIPERJ) se reuniu, na manhã desta sexta-feira, dia 24, com integrantes da Associação de Clínicas Pediátricas do Estado do Rio de Janeiro (ACPERJ) para debater o sobreaviso médico.

    O resultado da reunião será divulgado pela diretoria da CIPERJ durante o encontro científico da entidade, que ocorre nesta terça-feira, dia 28, no Prontobaby - Hospital da Criança.

Dr. Sylvio Ávila será o palestrante convidado da reunião desta terça

     A diretoria da Associação de Cirurgia Pediátrica do Estado do Rio de Janeiro (CIPERJ) informa a seus associados que o Dr. Sylvio Ávila, do Hospital Infantil Pequeno Príncipe, em Curitiba, no Paraná, será o palestrante convidado da reunião científica de setembro da entidade que ocorrerá nesta terça-feira, dia 28, a partir das 19h30, no Centro de Estudos Prof. Dr. José Dias Rego, situado no Prontobaby - Hospital da Criança, na Tijuca, Zona Norte do Rio de Janeiro. O médico abordará o tema Tratamento cirúrgico da hipertensão Portal extra Hepática - cirurgia de Rex Shunt.

Dr. Sylvio Ávila realizará palestra para associados

     Paralelamente ao encontro, ocorrerá a Assembleia Geral Ordinária (AGO), que elegerá a diretoria que comandará a entidade no período 2010/2012. Só terão direito a voto os associados que estiverem quites com a entidade. Os associados poderão votar a partir das 18h, na entrada do auditório do Centro de Estudos. A eleição terá chapa única composta da seguinte forma:

presidente
Dra. Lisieux Eyer de Jesus
vice-presidente
Dr. Kleber Moreira Anderson
secretário
Dr. Sandoval Lage da Silva Sobrinho
tesoureiro
Dr. Marco Daiha

     O evento terá início com o Dr. Marco Daiha, tesoureiro da CIPERJ, mostrando o balanço financeiro da atual gestão e a apresentação de caso clínico, sobre o tema Abordagem toracoscópica do empiema pleural, pela Dra. Mariana Epaminondas Emerson, residente do Instituto Fernandes Figueira (IFF).

      A seguir a programação completa:

19h30
Abertura
19h35
Balanço financeiro da atual gestão, com o Dr. Marco Daiha
19h45
Caso clínico sobre Abordagem toracoscópica do empiema pleural, com a Dra. Mariana Epaminondas Emerson, residente do IFF
20h15
Palestra Tratamento cirúrgico da hipertensão Portal extra Hepática - cirurgia de Rex Shunt, com o Dr. Sylvio Ávila
20h55 Debate

     Vale lembrar que, após as apresentações, será encerrada a votação e feita a contagem dos votos pela comissão eleitoral, composta pelo Dr. Arovel Oliveira, a Dra. Deborah Nunes e o Dr. Eduardo Silva.

      Para conferir o edital de convocação da AGO, clique aqui.

     O Centro de Estudos Prof. Dr. José Dias Rego fica na Rua Adolpho Mota, 57.

Fotos do Congresso Regional de Cirurgia do Rio de Janeiro

AGO e reunião científica da CIPERJ ocorrem na terça-feira, dia 28

     A diretoria da Associação de Cirurgia Pediátrica do Estado do Rio de Janeiro (CIPERJ) convoca seus associados a participarem da Assembleia Geral Ordinária (AGO), que elegerá a diretoria que comandará a entidade no biênio 2011/12, e da reunião científica da associação que acontecerão paralelamente na terça-feira, dia 28, no Centro de Estudos Prof. Dr. José Dias Rego, situado no Prontobaby - Hospital da Criança, na Tijuca, Zona Norte do Rio de Janeiro.

Dr. Sylvio Ávila realizará palestra para associados

     Na programação científica do encontro, haverá palestra do Dr. Sylvio Ávila, do Hospital Infantil Pequeno Príncipe (HPP), em Curitiba, no Paraná, que falará sobre Tratamento cirúrgico da hipertensão Portal extra Hepática - cirurgia de Rex Shunt.

    Antes, o Dr. Marco Daiha, tesoureiro da CIPERJ, mostrará o balanço financeiro da atual gestão e residentes do Instituto Fernandes Figueira (IFF) apresentarão caso clínico.

     A Assembleia Geral Ordinária (AGO) terá início às 18h quando os associados que estão quites com a entidade poderão votar. A eleição terá chapa única composta da seguinte forma:

presidente
Dra. Lisieux Eyer de Jesus
vice-presidente
Dr. Kleber Moreira Anderson
secretário
Dr. Sandoval Lage da Silva Sobrinho
tesoureiro
Dr. Marco Daiha

      Já a programação científica começará às 19h30, como pode ser visualizado abaixo:

19h30
Abertura
19h35
Balanço financeiro da atual gestão, com o Dr. Marco Daiha
19h45
Apresentação de caso clínico por residentes do Instituto Fernandes Figueira (IFF)
20h15
Palestra Tratamento cirúrgico da hipertensão Portal extra Hepática - cirurgia de Rex Shunt, com o Dr. Sylvio Ávila
20h55 Debate

     Vale lembrar que, após as apresentações, será encerrada a votação e feita a contagem dos votos pela comissão eleitoral, composta pelo Dr. Arovel Oliveira, a Dra. Deborah Nunes e o Dr. Eduardo Silva.

      Para conferir o edital de convocação da AGO, clique aqui.

     O Centro de Estudos Prof. Dr. José Dias Rego fica na Rua Adolpho Mota, 57.

Hospital São Vicente de Paulo adota checklist para minimizar riscos cirúrgicos

fonte: SaúdeBusinessWeb

Procedimento visa garantir a segurança do paciente em cirurgias

     O Hospital São Vicente de Paulo (HSVP), na Tijuca, Zona Norte do Rio de Janeiro, implementou o Programa Cirurgia Segura Salva Vidas. Desenvolvido a partir de recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS), o programa contempla uma série de procedimentos a ser realizados antes e após todas as cirurgias complexas, para minimizar riscos mais comuns e evitar complicações.

     Com o projeto, sempre que uma equipe entrar em uma sala de cirurgia, será coordenada por um profissional responsável pela aplicação de um questionário. O checklist contém questões para identificar o número de compressas usadas no procedimento, conferir o material usado no procedimento, confirmar se o paciente é realmente o que fará determinada cirurgia e quais são suas alergias, entre outras.

     Segundo Monica Resano, coordenadora do programa Cirurgia Segura no Hospital São Vicente, além de aumentar o índice de segurança do paciente, o Programa busca padronizar os procedimentos cirúrgicos do hospital.

CIPE divulga edital de exame para obtenção do Título de Especialista

     A Associação Brasileira de Cirurgia Pediátrica (CIPE) anunciou que estão abertas as inscrições para quem deseja realizar o exame para obtenção do Título de Especialista em Cirurgia Pediátrica.

     Os candidatos têm até o dia 26 de outubro (terça-feira) para enviar à Comissão de Ensino e Título de Especialista (CETE) da CIPE o requerimento solicitando inscrição no concurso, a ficha de inscrição e os demais documentos exigidos. O currículo poderá ser entregue até o dia 3 de novembro (quarta-feira).

     As provas, oral e escrita, serão realizadas entre os dias 19 e 21 de novembro (sexta-feira a domingo), em Belo Horizonte, Minas Gerais, logo após o XXX Congresso Brasileiro de Cirurgia Pediátrica.

     Para conferir o edital do concurso e a taxa de inscrição, basta clicar aqui.

     A seguir, os formulários que devem ser preenchidos e enviados para a CETE-CIPE:

FICHA DE INSCRIÇÃO

MODELO DE REQUERIMENTO

     Mais informações através do site da CIPE, por cipe@uol.com.br, ou ainda pelo telefone (11) 3814 6947.

Comunicado CNA: atualização de médicos com título de especialista emitido a partir de 2006

fonte: AMB

     A Comissão Nacional de Acreditação (CNA) informa que está chegando ao fim o primeiro ciclo obrigatório de recertificação do título de especialista e dos certificados de área de atuação, e que os primeiros Certificados de Atualização Profissional (CAP) começarão a ser emitidos a partir de 2011. Entretanto, muitos médicos que obtiveram, a partir de 2006, o documento que comprova a especialização ainda não se inscreveram no processo obrigatório de atualização.

     Conforme o determinado na Resolução CFM nº 1.772/2005, os títulos de especialista e os certificados de área de atuação obtidos a partir de 1º de janeiro de 2006 passam a ter validade de 5 anos.

     Para os médicos cuja titulação de especialista tenha sido emitida antes desta data, pelas Sociedades de Especialidade/AMB, CFM/CRM e ainda CNRM/MEC, a participação é opcional.

     Mesmo assim, a AMB recomenda que todos os médicos se cadastrem na CNA, inclusive os que já fizeram a prova de especialista há muitos anos. Desta forma, ficarão garantidas a constante atualização dos conhecimentos científicos, fator indispensável para a boa prática da Medicina em benefício dos pacientes.

     Para recertificar-se, o médico deve acumular, em 5 anos, 100 pontos. A pontuação é obtida por meio da participação em eventos presenciais (congressos, jornadas, encontros, fóruns, simpósios e cursos), eventos à distância (atividades de educação médica continuada) e atividades científicas (mestrado, doutorado ou livre-docência na especialidade; tema livre ou poster; eventos realizados no exterior; coordenação de programa de residência médica; edição completa ou capítulo de livro nacional ou internacional e artigos publicados em revista médica). Todos os eventos devem estar cadastrados e pontuados pela CNA.

    As informações necessárias para participar do processo de acreditação podem ser acessadas aqui: http://www.cna-cap.org.br/apresentacao_CNA.pdf

CIPERJ sorteia livro para residentes na reunião da terça-feira, dia 28

     A diretoria da Associação de Cirurgia Pediátrica do Estado do Rio de Janeiro (CIPERJ) comunica aos associados que durante a reunião científica da entidade, a ser realizada na terça-feira, dia 28, a partir das 19h30, no Centro de Estudos Prof. Dr. José Dias Rego, situado no Prontobaby - Hospital da Criança, na Tijuca, Zona Norte do Rio de Janeiro, será sorteado o livro Cirurgia Pediátrica - Teoria e Prática, de autoria do Dr. João Carlos Ketzer de Souza, dentre os médicos residentes da especialidade que estiverem presentes ao encontro.

     O Centro de Estudos Prof. Dr. José Dias Rego fica na Rua Adolpho Mota, 57.

Residentes conquistam 22% de reajuste e votam pelo fim da greve no Rio

fonte: CREMERJ

Ministros se comprometem a montar grupo de trabalho para reavaliar periodicamente o valor da bolsa diante das perdas causadas pela inflação

     Em assembleia dirigida pela Associação de Médicos Residentes do Estado do Rio de Janeiro (AMERERJ) no Instituto Nacional de Cardiologia (INC) nessa quinta-feira, 16, os médicos residentes do Estado do Rio de Janeiro votaram pelo encerramento da greve e pela aceitação da proposta de 22% de reajuste da bolsa, índice que não foi concedido a nenhuma outra área de saúde nos últimos anos. Os residentes estavam em greve há 31 dias e contaram com o apoio do CREMERJ e de todas as entidades médicas do Brasil.

     A negociação foi feita entre os ministros da Saúde e da Educação e representantes dos residentes, entre eles a presidente da AMERERJ, Beatriz Costa, na terça-feira, 14, em Brasília. Durante a reunião, José Gomes Temporão e Fernando Haddad se comprometeram a formar um grupo de trabalho permanente para reavaliações periódicas das perdas inflacionárias a partir do próximo mês.

     Durante a assembleia no Rio de Janeiro, os residentes também decidiram pelo retorno às atividades no dia 20 de setembro e pela não reposição da carga horária nas unidades. Além disso, caso o acordo não seja respeitado, a AMERERJ se comprometeu a restabelecer o movimento paredista.

     A greve mostrou a força e a união dos residentes, resultado de um trabalho de integração e dedicação a partir do restabelecimento da AMERERJ, em junho deste ano. Os residentes provaram estar dispostos a lutar por aquela que é considerada internacionalmente a melhor modalidade de especialização médica e por uma saúde pública de excelência, bandeiras sempre levantadas pelo CREMERJ.

     O movimento foi vitorioso, porque a bolsa não era reajustada desde 2006 e os residentes tiveram maturidade e mantiveram a ética ao longo da paralisação. Eles deram o recado: é preciso valorizar o residente e é preciso valorizar o preceptor, porque o médico vale muito!

Dr. Sylvio Ávila será o palestrante convidado da reunião do dia 28

     A diretoria da Associação de Cirurgia Pediátrica do Estado do Rio de Janeiro (CIPERJ) informa a seus associados que o Dr. Sylvio Ávila, do Hospital Infantil Pequeno Príncipe, em Curitiba, no Paraná, será o palestrante convidado da reunião científica de setembro da entidade que ocorrerá na terça-feira, dia 28, a partir das 19h30, no Centro de Estudos Prof. Dr. José Dias Rego, situado no Prontobaby - Hospital da Criança, na Tijuca, Zona Norte do Rio de Janeiro. O médico abordará o tema Tratamento cirúrgico da hipertensão Portal extra Hepática - cirurgia de Rex Shunt.

Dr. Sylvio Ávila realizará palestra para associados

     Paralelamente ao encontro, ocorrerá a Assembleia Geral Ordinária (AGO), que elegerá a diretoria que comandará a entidade no período 2010/2012. Só terão direito a voto os associados que estiverem quites com a entidade. Os associados poderão votar a partir das 18h, na entrada do auditório do Centro de Estudos.

     A seguir, confira programação preliminar da reunião científica:

19h30
Apresentação de caso clínico por residentes do Instituto Fernandes Figueira (IFF)
20h
Palestra Tratamento cirúrgico da hipertensão Portal extra Hepática - cirurgia de Rex Shunt, com o Dr. Sylvio Ávila
20h50 Debate

     Vale lembrar que, após as apresentações, o tesoureiro da CIPERJ, Dr. Marco Daiha irá mostrar o balanço da entidade na gestão atual e em seguida, será feita a contagem dos votos pela comissão eleitoral, composta pelo Dr. Arovel Oliveira, a Dra. Deborah Nunes e o Dr. Eduardo Silva.

      Para conferir o edital de convocação da AGO, clique aqui.

     O Centro de Estudos Prof. Dr. José Dias Rego fica na Rua Adolfo Mota, 57.

 

Reunião científica da CIPERJ e AGO ocorrem na terça-feira, dia 28

     A diretoria da Associação de Cirurgia Pediátrica do Estado do Rio de Janeiro (CIPERJ) informa a seus associados que aguarda confirmação do Dr. Sylvio Ávila, de Curitiba (PR), para fechar a programação da reunião científica de setembro da entidade que ocorrerá na terça-feira, dia 28, a partir das 19h30, no Centro de Estudos Prof. Dr. José Dias Rego, situado no Prontobaby - Hospital da Criança, na Tijuca, Zona Norte do Rio de Janeiro.

     Paralelamente ao encontro, ocorrerá a Assembleia Geral Ordinária (AGO), que elegerá a diretoria que comandará a entidade no período 2010/2012. Só terão direito a voto os associados que estiverem quites com a entidade. Os associados poderão votar a partir das 18h, na entrada do auditório do Centro de Estudos.

     A seguir, confira programação preliminar da reunião científica:

19h30
Apresentação de caso clínico por residentes do Instituto Fernandes Figueira (IFF)
20h
Palestra com o Dr. Sylvio Ávila
20h50 Debate

     Vale lembrar que, após as apresentações, o tesoureiro da CIPERJ, Dr. Marco Daiha irá apresentar o balanço da entidade na gestão atual e em seguida, será feita a contagem dos votos pela comissão eleitoral, composta pelo Dr. Arovel Oliveira, a Dra. Deborah Nunes e o Dr. Eduardo Silva.

      Para conferir o edital de convocação da AGO, clique aqui.

     O Centro de Estudos Prof. Dr. José Dias Rego fica na Rua Adolfo Mota, 57.

Palestra sobre Transtornos Alimentares ocorre nesta segunda-feira em Niterói

     A Dra. Fátima Vasconcelos ministra nesta segunda-feira, dia 20, a palestra Transtornos Alimentares, que ocorrerá a partir das 20h no Centro de Estudos Portella Nunes, situado no Instituto Fluminense de Saúde Mental.

     As inscrições podem ser realizadas pelos telefones (21) 2620-4793 e (21) 2622-7628.

     O instituto fica na Rua Guilherme Briggs, 51, em São Domingos, Niterói.

Congresso de Cirurgia acontece até esta sexta no CBC

     O XV Congresso Regional de Cirurgia do Rio de Janeiro acontece até esta sexta-feira, dia 17, no Colégio Brasileiro de Cirurgiões (CBC), em Botafogo, Zona Sul do Rio de Janeiro.

     O evento contará com palestras sobre Cirurgia Bariátrica e Metabólica, Colon e Reto, Cirurgia Endócrina, Linfadenectomias, entre outros.

     Na sexta-feira, das 11h às 12h30, no auditório C, haverá uma mesa redonda sobre Cirurgia Pediátrica, que será moderada pelo presidente da Associação de Cirurgia Pediátrica do Estado do Rio de Janeiro (CIPERJ) e contará, ainda, com a presença na mesa da Dra. Daniele Sad e dos Drs. Francisco Nicanor Macedo e Carlos Murilo de Mello. Dentre os temas abordados estão Queimaduras, Escroto agudo, Derrames pleurais e Hérnias Pediátricas, com os Drs. Marcelo Luchetti, Luciano Favorito, Carlos Eduardo Rodrigues Junqueira, Samuel Dekermacher.

     Para conferir a programação completa do evento, clique aqui.

     As inscrições podem ser realizadas no próprio local do evento. A taxa para participar varia de R$ 50 (acadêmicos de Medicina) até R$ 250 (médicos não membros do CBC).

    O CBC fica na Rua Visconde de Silva, 52.

Congresso Brasileiro de Oncologia Pediátrica acontece no fim do mês

     O XII Congresso Brasileiro de Oncologia Pediátrica ocorre entre os dias 29 de setembro e 2 de outubro (quarta-feira a sábado) no Expo Unimed, em Curitiba, no Paraná. Simultanemante acontecerá o X Simpósio de Cirurgia Pediátrica Oncológia (dias 1 e 2).

     Na programação dos eventos, diversas palestras que abordarão temas como: Atualização em tumor de Wilms; Tumores do sistema nervoso central (SNC); Manejo de tumores com trombo em cava; Tumores abdominais; entre outros. Para conferir a relação completa das palestras, basta clicar aqui.

     A taxa de inscrição varia de R$ 330 (residentes e acadêmicos) a R$ 550 (médicos não sócios da SOBOPE). Para se inscrever, clique aqui.

     Mais informações através do site do evento.

Ministério da Saúde muda política de cirurgias eletivas

fonte: Saúde Business Web

Recursos serão enviados diretamente a estados e municípios

     A partir deste semestre, os repasses financeiros da Política Nacional de Cirurgias Eletivas serão enviados diretamente aos estados e municípios, sem a necessidade de apresentação de um projeto prévio ao Ministério da Saúde.

    Quer ficar por dentro sobre tudo o que acontece no setor de saúde? Assine gratuitamente a nossa newsletter diária e receba os destaques em sua caixa de e-mail.

     Desde 2004, quando a política foi lançada, governos estatais e municipais deveriam encaminhar um projeto ao Ministério justificando quais cirurgias deveriam ser realizadas, com base na necessidade de procedimentos e estratégias locais de atenção à população.

     De acordo com o Ministério, a modificação na Política Nacional visa agilizar os processos e descentralizar a gestão para a realização de cirurgias eletivas, para que gestores municipais e estaduais possam investir mais nos procedimentos de maior necessidade para sua população.

Exame para Título de Especialista em Cirurgia Pediátrica ocorrerá em novembro

     A Associação Brasileira de Cirurgia Pediátrica (CIPE) anunciou, no início de setembro, que entre os dias 19 e 21 de novembro (sexta-feira a domingo, respectivamente), logo após o XXX Congresso Brasileiro de Cirurgia Pediátrica, em Belo Horizonte, Minas Gerais, será realizado o exame para Título de Especialista em Cirurgia Pediátrica.

     Os candidatos terão de realizar provas oral e escrita, que serão preparadas e ministradas pela Comissão de Ensino e Título de Especialista da entidade (CETE-CIPE).

     Em breve, a CIPE divulgará mais informações sobre o exame, como o edital e o local onde serão realizadas as provas.

CREMERJ disponibiliza fotos dos médicos na internet

fonte: CREMERJ

Medida ajudará a população a identificar os falsos médicos

     Desde a sexta-feira, dia 10 de setembro, o CREMERJ disponibiliza em seu site mais um mecanismo de segurança para evitar falsificações de documentos ou carimbos e resguardar os médicos que exercem a Medicina legalmente em todo o estado. Agora, ao realizar uma pesquisa através do nome ou número do CRM na seção “Encontre um médico”, que aparece no topo da página inicial do site, a população terá acesso também à foto do médico. Este sistema de busca é simples e, além de mostrar a foto, informa a situação atual de todos os médicos, inclusive se o registro dele é válido, se foi cassado ou transferido. Com esta medida, o CREMERJ espera ajudar na identificação de falsos médicos e também coibir o uso indevido de dados dos médicos por criminosos que exercem ilegalmente a profissão no Rio de Janeiro.

     Dos 55 mil médicos registrados em todo o estado, o CREMERJ conta com 21 mil fotografias cadastradas no sistema. As imagens estão sendo recolhidas desde o início do processo de recadastramento dos médicos no Estado do Rio. Contudo, os médicos que ainda não tiverem sua imagem no sistema poderão levar uma fotografia à sede, às subsedes ou às seccionais do CREMERJ para que ela seja escaneada na hora e incluída no cadastro. A foto deve ser colorida, em fundo branco, e o médico não poderá utilizar adereços que possam dificultar a sua identificação, tais como chapéu, óculos etc. Aqueles que preferirem podem ser fotografados pelas webcams do Conselho. Através dos seus meios de comunicação, o CREMERJ iniciará uma campanha para que todos os médicos que não tiverem a foto no sistema procurem o Conselho para atualizar o cadastro e evitar que seus dados sejam utilizados de forma indevida. Todo o sistema de busca foi desenvolvido com as mais modernas tecnologias de segurança, contando, inclusive, com um processo de validação de usuário, para evitar que os dados sejam capturados em massa.

     A sede do CREMERJ fica em Botafogo, mas há também seis subsedes na cidade do Rio de Janeiro nos seguintes locais: Barra da Tijuca, Campo Grande, Ilha do Governador, Madureira, Méier e Tijuca. Médicos que moram em outros municípios podem procurar uma das 18 seccionais do Cremerj no estado: Angra dos Reis, Barra do Piraí, Barra Mansa, Cabo Frio, Campos, Itaperuna, Macaé, Niterói, Nova Friburgo, Nova Iguaçu, Petrópolis, Resende, São Gonçalo, Teresópolis, Três Rios, Valença, Vassouras e Volta Redonda. Todos os endereços estão disponíveis no site do Conselho.

TRF considera legítimo o uso de tabela de honorários para cobrança de serviços médicos

Fonte : Assessoria de Comunicação Social do TRF da 1ª Região

     A 5.ª Turma do Tribunal Regional Federal da 1.ª Região deu provimento a uma apelação interposta pelo Sindicato dos Médicos do Distrito Federal (SindMédico/DF) contra multa aplicada pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). O sindicato havia sido multado por ter influenciado os médicos associados a usar a Tabela de Honorários Médicos da Associação Médica Brasileira (AMB), na definição de preços cobrados aos pacientes.

     O SindMédico entrou com mandado de segurança na 9.ª Vara Federal do DF para tentar derrubar a multa, mas o pedido foi negado pelo juiz federal. Na ocasião, o magistrado entendeu que o Cade – órgão vinculado ao Ministério da Justiça que fiscaliza abusos de poder econômico – agiu dentro das suas atribuições, e que a tabela da AMB contribui com a formação de cartel. A utilização da tabela de honorários mínimos impõe aos profissionais da área uma conduta uniforme, impedindo, assim, a livre concorrência, expôs o juiz federal.

     O sindicato apelou, então, ao TRF, alegando que a tabela – atualizada periodicamente desde a criação, em 1984, é um mecanismo essencial para a definição de parâmetros mínimos de valores cobrados em cada serviço, como procedimentos médicos e laboratoriais. Também defendeu que o uso da tabela é uma forma de coibir a cobrança de preços ínfimos e, com isso, manter a integridade da profissão, além de proteger o paciente, porque lhe assegura um atendimento com um mínimo de eficiência.

     O relator do processo no Tribunal, desembargador federal João Batista Moreira, destacou, no voto, o entendimento já consolidado do TRF em votações de matérias semelhantes, no sentido de que a Tabela de Honorários Médicos não fere a ordem econômica, resguardada pelo artigo 20 da Lei 8.884/94. A fixação de tabela de honorários profissionais como referência, não compulsória, notadamente em um mercado plural e diversificado, é regular e constitucional, relembrou.

    O Ministério Público Federal também opinou em favor do SindMédico, ao declarar que a utilização da tabela não constitui prática limitadora da livre concorrência.

     Diante disso, o desembargador federal João Batista Moreira deu provimento à apelação. O voto foi acompanhado por unanimidade, e, dessa forma, a multa aplicada pelo Cade foi suspensa pela 5.ª Turma do Tribunal.

Jornada Educacional no CREMERJ é adiada

     O III Curso de Educação Continuada em Cirurgia Pediátrica CIPERJ/CREMERJ, que ocorreria no dia 2 de outubro, foi adiado por problemas com a programação do evento. Uma nova data será agendada para 2011. Tão logo a mesma seja definida, será divulgada aqui no site da Associação de Cirurgia Pediátrica do Estado do Rio de Janeiro (CIPERJ).

Fotos do III Congresso Internacional de Especialidades Pediátricas (CRIANÇA 2010)

(em breve novas fotos)

Hospital na Tijuca sedia palestras gratuitas para médicos, acadêmicos e residentes

     O Centro de Estudos José Dias Rego, do Prontobaby - Hospital da Criança, divulgou, na última semana de agosto, a programação de setembro do projeto Sempre às Quintas, que promove, em todas as quintas-feiras do mês, palestras e debates gratuitos para médicos, acadêmicos e residentes.

       A seguir, a programação:

dia 2

8h30 às 9h30 – Discussão Caso Clínico - Dr. José Dias Rego;

10h às 12 h – AIDS – Desafios na Pediatria - Dra. Marisa Aloe.

dia 9

8h30 às 9h30 – Discussão de Caso Clínico;

10h às 12h – Tuberculose na nova década - Dr. Clemax Couto Sant Anna.

dia 16

8h30 às 9h30 – Discussão de Caso Clínico;

10h às 12h – As Novas Curvas de Crescimento - Dra Isabel Rey Madeira.

dia 23

8h30 às 9h30 - Discussão de Caso Clínico;

10h às 12h - Uso de antibióticos em ambulatório – Dr. Marcos do Lago.

dia 30
Sessão integrante da Semana Interna de Prevenção Acidentes (SIPAT)

10h às 12h – Acidentes na Infância - Dr. José Dias Rego.

     O centro de estudos fica na Rua Adolfo Mota, 52, na Tijuca, Zona Norte do Rio de Janeiro.

ANMR diz que greve alcança mais de 90% da categoria

fonte: ANMR

     A Associação Nacional dos Médicos Residentes (ANMR), representante da categoria nas negociações com o governo federal e que deflagrou a paralisação no dia 17 de agosto, informa que a greve atingiu, na quinta, 19, mais de 90% de adesão no País. O impulso maior foi dado com a entrada no movimento de grandes hospitais da capital paulista, como Santa Marcelina, Clínicas e Servidor, além de outras instituições.

     O presidente da ANMR, Nívio Moreira Junior, ressalta que a mobilização chegará à quase totalidade com o começo da paralisação, a partir desta sexta, no Paraná. São mais de 22 mil residentes em programas de formação no Brasil. Apenas Tocantins não está na paralisação por não formar especialistas. A campanha não alcança 100% pois deve ser assegurado 30% do contingente dos médicos residentes nos serviços de urgência e emergência.

     Os residentes reivindicam reposição de 38,7%, aplicados sobre a bolsa de R$ 1.916,45, congelada há quase quatro anos. Mais de 23 pontos percentuais do índice solicitado é parcela de um acordo firmado em final de 2006, com o Ministério da Educação (MEC), e nunca honrado pelo governo. Naquele período a remuneração foi elevada para o valor atual. As mobilizações ganharam força a partir de abril, com pedido de negociações para aumento da bolsa, cumprimento de benefícios como auxílio alimentação e moradia, criação da 13ª bolsa e ampliação da licença maternidade para seis meses. A Associação destaca importância do apoio do Conselho Federal de Medicina (CFM), Federação Nacional dos Médicos (Fenam) e Associação Médica Brasileira (AMB).

"É um movimento histórico. A categoria está lutando com muita convicção por reconhecimento e valorização. Quem decide o prazo para voltarmos a fazer treinamento nos hospitais e demais serviços é o governo", reforça Moreira.

     A ANMR denuncia diversas irregularidades na condução dos programas de residência nos hospitais, como sobrecarga de trabalho e carga horária além das 60 horas semanais e falta de médicos preceptores (que fazem a supervisão dos residentes). A entidade criou o e-mail denuncia@anmr.org para receber queixas da categoria em todo o País, incluindo represálias de gestores e preceptores a quem aderiu à greve. Os relatos serão encaminhados aos órgãos competentes.

O QUE FAZ O MÉDICO RESIDENTE:

     A Residência Médica foi instituída no Brasil em 1977. Segundo o Ministério da Educação, constitui-se numa modalidade de ensino de pós-graduação destinada a médicos, sob a forma de curso de especialização, com duração mínima de dois anos. Estes cursos funcionam em hospitais e instituições de Saúde ligadas às universidades, os quais selecionam os participantes por meio de provas.

     Diferente de outros programas de ensino, os médicos residentes, ao mesmo tempo em que estão se especializando nas diversas áreas da Medicina, atuam como pedra fundamental no atendimento aos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS).

    Supervisionados por preceptores/orientadores, são responsáveis diretos pelos pacientes a quem assistem, seja em consultas ambulatoriais, no cuidado dos pacientes internados, ou na realização de cirurgias e outros procedimentos diagnósticos e terapêuticos. Hoje, os futuros especialistas participam de 70% dos atendimentos pelo SUS, constituindo-se na grande mão-de-obra propulsora do sistema público.

    Durante a residência, o médico recebe uma bolsa do governo federal, que atualmente equivale a pouco mais de R$ 6,00 a hora. Isso se for considerada a carga horária oficial de 60 horas por semana, o que, na maioria das vezes, ultrapassa este período.

ANMR diz que greve alcança mais de 90% da categoria

fonte: ANMR

     A Associação Nacional dos Médicos Residentes (ANMR), representante da categoria nas negociações com o governo federal e que deflagrou a paralisação no dia 17 de agosto, informa que a greve atingiu, na quinta, 19, mais de 90% de adesão no País. O impulso maior foi dado com a entrada no movimento de grandes hospitais da capital paulista, como Santa Marcelina, Clínicas e Servidor, além de outras instituições.

     O presidente da ANMR, Nívio Moreira Junior, ressalta que a mobilização chegará à quase totalidade com o começo da paralisação, a partir desta sexta, no Paraná. São mais de 22 mil residentes em programas de formação no Brasil. Apenas Tocantins não está na paralisação por não formar especialistas. A campanha não alcança 100% pois deve ser assegurado 30% do contingente dos médicos residentes nos serviços de urgência e emergência.

     Os residentes reivindicam reposição de 38,7%, aplicados sobre a bolsa de R$ 1.916,45, congelada há quase quatro anos. Mais de 23 pontos percentuais do índice solicitado é parcela de um acordo firmado em final de 2006, com o Ministério da Educação (MEC), e nunca honrado pelo governo. Naquele período a remuneração foi elevada para o valor atual. As mobilizações ganharam força a partir de abril, com pedido de negociações para aumento da bolsa, cumprimento de benefícios como auxílio alimentação e moradia, criação da 13ª bolsa e ampliação da licença maternidade para seis meses. A Associação destaca importância do apoio do Conselho Federal de Medicina (CFM), Federação Nacional dos Médicos (Fenam) e Associação Médica Brasileira (AMB).

"É um movimento histórico. A categoria está lutando com muita convicção por reconhecimento e valorização. Quem decide o prazo para voltarmos a fazer treinamento nos hospitais e demais serviços é o governo", reforça Moreira.

     A ANMR denuncia diversas irregularidades na condução dos programas de residência nos hospitais, como sobrecarga de trabalho e carga horária além das 60 horas semanais e falta de médicos preceptores (que fazem a supervisão dos residentes). A entidade criou o e-mail denuncia@anmr.org para receber queixas da categoria em todo o País, incluindo represálias de gestores e preceptores a quem aderiu à greve. Os relatos serão encaminhados aos órgãos competentes.

O QUE FAZ O MÉDICO RESIDENTE:

     A Residência Médica foi instituída no Brasil em 1977. Segundo o Ministério da Educação, constitui-se numa modalidade de ensino de pós-graduação destinada a médicos, sob a forma de curso de especialização, com duração mínima de dois anos. Estes cursos funcionam em hospitais e instituições de Saúde ligadas às universidades, os quais selecionam os participantes por meio de provas.

     Diferente de outros programas de ensino, os médicos residentes, ao mesmo tempo em que estão se especializando nas diversas áreas da Medicina, atuam como pedra fundamental no atendimento aos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS).

    Supervisionados por preceptores/orientadores, são responsáveis diretos pelos pacientes a quem assistem, seja em consultas ambulatoriais, no cuidado dos pacientes internados, ou na realização de cirurgias e outros procedimentos diagnósticos e terapêuticos. Hoje, os futuros especialistas participam de 70% dos atendimentos pelo SUS, constituindo-se na grande mão-de-obra propulsora do sistema público.

    Durante a residência, o médico recebe uma bolsa do governo federal, que atualmente equivale a pouco mais de R$ 6,00 a hora. Isso se for considerada a carga horária oficial de 60 horas por semana, o que, na maioria das vezes, ultrapassa este período.

Projeto Unidos pela Cura realiza palestra nesta quinta na Tijuca

     O projeto Unidos pela Cura realizará, nesta quinta-feira, dia 2, ás 13h, palestra no Centro de Estudos Prof. Dr. José Dias Rego, situado no Prontobaby - Hospital da Criança, na Tijuca, Zona Norte da capital fluminense.

     O Unidos pela Cura é uma iniciativa que vem sendo constituida de forma intersetorial e tripartite no Estado do Rio de Janeiro desde 2005. O objetivo é construir uma política pública de promoção do diagnóstico precoce do câncer infanto-juvenil.

     Na apresentação desta quinta-feira, a equipe do projeto irá explicar o que é o mesmo, como funciona e de que forma os médicos, pacientes e a sociedade podem contribuir.

     O centro de estudos fica na Rua Adolfo Mota, 57.

Inscrições de chapas para eleição da CIPERJ podem ser feitas até dia 13

     A diretoria da Associação de Cirurgia Pediátrica do Estado do Rio de Janeiro (CIPERJ) relembra a seus associados que vai até o dia 13 (segunda-feira) o prazo para inscrição de chapas na eleição da entidade que ocorrerá no dia 28 (terça-feira), a partir das 18h, no Centro de Estudos Prof. Dr. José Dias Rego, situado no Prontobaby - Hospital da Criança, na Tijuca, Zona Norte do Rio de Janeiro.

     As inscrições podem ser feitas através de contato@ciperj.org ou pelo telefone (21) 2286-0524. Vale ressaltar que a chapa deve conter: presidente, vice-presidente, secretário e tesoureiro.

     Para conferir o edital de convocação da AGO, clique aqui.

     O Centro de Estudos Professor Dr. José Dias Rêgo fica na Rua Adolfo Mota, 57.

AGO e reunião científica da CIPERJ ocorrem no dia 28

     A diretoria da Associação de Cirurgia Pediátrica do Estado do Rio de Janeiro (CIPERJ) convoca seus associados para a Assembleia Geral Ordinária (AGO) que ocorrerá no dia 28, no Centro de Estudos Prof. Dr. José Dias Rego, situado no Prontobaby - Hospital da Criança, na Tijuca, Zona Norte do Rio de Janeiro.

     A AGO elegerá a diretoria que comandará a entidade no período 2010/2012. Só terão direito a voto os associados que estiverem quites com a entidade. Os associados poderão votar a partir das 18h, na entrada do auditório do Centro de Estudos.

     Paralelamente à AGO, acontecerá reunião científica da entidade, que contará com duas palestras e a apresentação de um balanço financeiro da gestão atual pelo tesoureiro da entidade, Dr. Marco Daiha. Tão logo a programação esteja concluída, a mesma será publicada no site da CIPERJ. Vale lembrar que, após as apresentações, será encerrada a votação e a contagem dos votos será feita pela comissão eleitoral, composta pelo Dr. Arovel Oliveira, a Dra. Deborah Nunes e o Dr. Eduardo Silva.

      Para conferir o edital de convocação da AGO, clique aqui.

     O Centro de Estudos Prof. Dr. José Dias Rego fica na Rua Adolfo Mota, 57.

IV Mutirão Nacional atende cerca de 800 crianças

fonte: CIPE

     Os resultados preliminares do mutirão confirmaram as previsões iniciais de que este seria o mais abrangente, desde que, em 2007, a CIPE passou a promover anualmente tal iniciativa. O número de crianças atendidas deve ficar muito próximo de 800, embora o total de cirurgias realizadas seja significativamente maior.

     Quarenta e um serviços de Cirurgia Pediátrica, de 14 estados e do Distrito Federal aderiram a esse esforço concentrado para reduzir o tempo de espera das crianças com indicação cirúrgica nos hospitais do país, especialmente nos públicos. Infelizmente, nem todos os serviços que se comprometeram puderam realizar as cirurgias no dia 21 de agosto.

     Em razão de uma greve, o Hospital São José, de Criciúma (SC), teve de cancelar o mutirão. O mesmo ocorreu no Hospital de Base do Distrito Federal (HBDF), em Brasília (DF). Outros serviços, como o Hospital Municipal Dr. Mário Gatti (HMMG), Campinas (SP), que efetuou 20 cirurgias, antecipou em uma semana sua participação, enquanto que o Hospital Infantil Lucídio Portela, da Universidade Estadual do Piauí, de Teresina (PI), e o Hospital Dr. Marcello Candia, do Instituto das Irmãs de Santa Marcelina, instalado em Porto Velho (RO), tiveram de adiar o mutirão.

     No dia 21 de agosto, 36 serviços, dos estados da Bahia, de Goiás, do Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, de Minas Gerais, do Pará, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e de São Paulo, além do Distrito Federal, participaram do evento.

Abertura oficial

     Este ano, pela primeira vez, a abertura oficial do mutirão não foi realizada em São Paulo (SP). Aproveitando o cinquentenário de Brasília (DF), a cerimônia foi organizada no Hospital Regional da Asa Sul (HRAS), na capital federal, na manhã do dia 21 de agosto.

      Participaram do evento, que teve lugar no auditório do hospital, o presidente da Associação Médica Brasileira (AMB), José Luiz Gomes do Amaral; o presidente do Conselho Federal de Medicina (CFM), Dr. Roberto D’ Ávila; a secretária de Saúde do Distrito Federal, Dra. Fabíola de Aguiar Nunes; o diretor do HRAS, Dr. Alberto Bezerra; a representante da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), Profa. Vera Bezerra; o Prof. Paulo Tubino e os presidentes da CIPE e da CIPEBRAS, respectivamente Prof. José Roberto Baratella e Dr. Lucas Cardoso Veras Neto.

     O HRAS, que atendeu 120 crianças, deverá ser o recordista neste mutirão. Cerca de 40 profissionais de saúde, incluindo cirurgiões pediátricos, foram convocados para participar do evento.

    No auditório, além da presença de personalidades, uma banda, que integrou o grupo de animação, e as crianças e seus acompanhantes, que aguardavam para ser operadas, deram um tom de festa ao evento.

     Veja a seguir os serviços participantes e o número de crianças atendidas em cada unidade, de acordo com as informações disponíveis até o momento.

Bahia

Hospital da Criança (Obras Sociais Irmã Dulce – OSID) – Salvador - 41

Hospital Martagão Gesteira – Salvador - 45

Hospital Octávio Pedreira – Santo Amaro da Purificação - 10

Distrito Federal

Hospital de Base do Distrito Federal (HBDF) – Brasília - cancelado

Hospital Regional da Asa Sul (HRAS) - Brasília - 120

Goiás
Hospital Universitário da Univ. Federal de Goiás (HU-UFGO) - Goiânia - 21
Mato Grosso Hospital São José – Rondonópolis - 17
Mato Grosso do Sul Santa Casa de Misericórdia de Campo Grande – Campo Grande - 5
Minas Gerais

Hospital São Sebastião – Três Corações - 9

Santa Casa de Misericórdia de Belo Horizonte – Belo Horizonte - 4

Pará Santa Casa de Misericórdia de Belém - Belém - 26
Paraná Hospital Pequeno Príncipe – Curitiba - 23
Pernambuco Instituto de Medicina Integral Prof. Fernando Figueira (IMIP) – Recife - 93
Piauí Hospital Infantil Lucídio Portela – Univ. Est. do Piauí (UESPI) – Teresina - adiado
Rio de Janeiro

Hospital dos Plantadores de Cana – Campos dos Goytacazes - 46

Hospital dos Servidores do Estado – Rio de Janeiro - 20

Hospital Público de Macaé – Macaé - 18

Hospital Universitário Gafrée e Guinle (UNIRIO) – Rio de Janeiro - 9

Hospital Universitário Pedro Ernesto (HUPE) – Rio de Janeiro - 19

Rio Grande do Sul Hospital da Criança Conceição – Porto Alegre - 12
Rondônia Hospital Dr. Marcello Candia – Instituto das Irmãs de Santa Marcelina – Porto Velho - adiado
São Paulo

Faculdade de Medicina de Botucatu (UNESP) – Botucatu -

Complexo Hospitalar Ouro Verde – Campinas - 14*

Hospital Municipal Dr. Mário Gatti (HMMG) – Campinas - 20

Hospital São Camilo – Itu -

Hospital dos Fornecedores de Cana de Piracicaba – Piracicaba - 20

Hospital Santa Isabel – Piracicaba -

Hospital Estadual Mário Covas (FMABC) – Santo André -

Faculdade de Medicina de S. J. do Rio Preto (FAMERP) – São José do Rio Preto - 10

Hospital das Clínicas (FMUSP) – São Paulo -

Hospital Estadual de Sapopemba – São Paulo - 6

Hospital Geral da Vila Alpina – São Paulo - 8

Hospital Geral da Vila Nova Cachoeirinha – São Paulo - 8

Hospital Municipal Infantil Menino Jesus – São Paulo - 20

Hospital São Luiz Gonzaga – São Paulo - 8

Hospital Estadual de Sumaré – Sumaré -

Hospital Geral de Pirajussara – Taboão da Serra -

Hospital Regional do Vale do Paraíba – Taubaté - 14

Santa Casa de Misericórdia de Votuporanga – Votuporanga -

Tocantins Hospital Infantil de Palmas - Palmas - 24

* - números sujeitos a confirmação.

Congresso de Hérnia acontece em novembro em São Conrado

     O Congresso Brasileiro de Hérnia ocorre entre os dias 25 e 27 de novembro (quinta-feira a sábado) no Hotel Intercontinental, em São Conrado, Zona Sul do Rio de Janeiro.

     O evento é organizado pela Sociedade Brasileira de Hérnia (SBH) e abordará temas como: Parede Abdominal, Próteses e Novos Materiais, Hérnia Incisional, entre outros. A programação completa pode ser conferida clicando aqui.

     A taxa de inscrição varia de R$ 160 a R$ 420 (valores válidos até 25/10). Para se inscrever, clique aqui.

    Mais informações podem ser conferidas através do site do congresso.

     O Hotel Intercontinental fica na Avenida Aquarela do Brasil, 75.

Receita vai cruzar dados de gasto médico em declaração

fonte: jornal Destak

     A Receita Federal divulgou no dia 20 de agosto o modelo da Declaração de Serviços Médicos e de Saúde (Dmed) que profissionais e empresas do setor terão de apresentar ao órgão. Com isso será possível, a partir do ano que vem, cruzar dados sobre gastos médicos declarados no Imposto de Renda por pessoas físicas com os serviços prestados de fato.

     O objetivo é impedir a dedução de despesas falsas com saúde, o que geralmente ocorre mediante a apresentação de notas frias. Segundo a Receita, a prática é uma das fraudes mais comuns nas declarações de imposto de pessoas físicas.

     O modelo foi divulgado oito meses antes da entrega da próxima declaração, para que empresas de saúde e médicos tenham tempo para se adaptar à regra.

Deduções

     Na declaração deste ano, a Receita considerava despesas médicas os pagamentos efetuados a médicos e demais profissionais da saúde, como dentistas, além do pagamento de exames, internações, cirurgias, próteses ortopédicas e dentárias.

     Não há limite máximo para dedução desses gastos. Porém, é necessário indicar o CNPJ de quem prestou o serviço e comprová-lo com documentos, como recibos.

    Desde a declaração 2010, a Receita cobra do contribuinte que apresenta declarações com dados falsos de deduções multa de 75% sobre a restituição indevida.

ASSOCIAÇÃO DE CIRURGIA PEDIÁTRICA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO (CIPERJ)

Rua Sorocaba 477, sala 403, Botafogo, Rio de Janeiro, RJ. CEP: 22271-110
TEL: (21) 4141 3233
- contato@ciperj.org


Receba nossa newsletter


Normas e resoluções

Baixe a CBHPM

Código Internacional de Doenças - 10ª revisão


©CIPERJ. Todos os direitos reservados.                 Desenvolvido por: Julio Gois